Ansiedade e Estresse

(8 minutos de leitura)


Nos dias de hoje podemos considerar o estresse e a ansiedade como dois grandes problemas do século 21. 

O estilo de vida moderna ajuda a aumentar cada vez mais o estresse e a ansiedade. Vivemos com medo da violência nas cidades, além de muita pressão na vida profissional e social, temos um excesso de informação e somos quase que obrigados a estar conectados a internet 24 horas por dia. Esse são somente alguns fatores que ajudam aumentar a ansiedade e o estresse nas nossas vidas.

Os principais sintomas do stress e da ansiedade são aumento dos batimentos cardíacos, tremores, boca seca, cansaço frequente, insônia, falta de ar, irritabilidade, dificuldade de concentração, aumento ou perda de apetite. A diferença entre o estresse e a ansiedade é que os sintomas de estresse costumam ser passageiros, enquanto os da ansiedade costumam durar alguns dias ou semanas.

O tratamento para o estresse e a ansiedade deve ser feito por profissionais, mas aqui vão algumas dicas para que possamos evitar esses dois problemas no nosso dia a dia.


1) FAÇA ATIVIDADES FÍSICAS

Situações estressantes aumentam o nível dos hormônios do stress, como adrenalina e cortisol em seu corpo.

Fazer ao menos 30 minutos diário de alguma atividade física traz benefícios para as emoções, um tempo para pensar nos problemas e encontrar estratégias para solucioná-los, diminui a quantidade de cortisol, que é um hormônio ligado ao estresse, e ainda libera endorfinas na corrente sanguínea que promovem a sensação do bem-estar. 

Os exercícios mais indicados são os aeróbicos. Uma possibilidade é fazer caminhadas na rua, na praça, na praia ou andar de bicicleta, por exemplo. Se for possível, matricule-se numa academia de ginástica para se sentir mais motivado em tornar esse hábito frequente.


2) TENHA UMA ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL

Evite ao máximo alimentos ultra processados. Invista em uma alimentação balanceada com muitas frutas e verduras.

Banana, nozes e amendoim são alguns exemplos de alimentos que promovem o bem-estar e por isso deve-se investir no seu consumo diariamente, aumentando a quantidade, sempre que estiver cansado ou estressado.

Os alimentos ricos em ômega 3, como salmão, truta e sementes de chia, também são excelentes opções porque melhoram o funcionamento do sistema nervoso, diminuindo o estresse e o esgotamento mental. 

Evite, ou pelo menos reduza, seu consumo de nicotina, cafeína e álcool. A cafeína e a nicotina são estimulantes e aumentam o nível de stress. Já o álcool é um depressor quando tomado em grandes quantidades, mas age como um estimulante em quantidades menores. Portanto, usar o álcool como uma forma de aliviar o estresse não ajuda.

Substitua as bebidas com cafeína e alcoólicas por água, chás de ervas ou sucos de frutas naturais e mantenha-se hidratado, pois isso permitirá que seu corpo lidará melhor com o estresse.

Evite a ingestão de açúcares pois causam falhas de energia que podem levar a sensação de esgotamento e irritabilidade. 


3) DURMA BEM

Dormir bem por aproximadamente 8 horas pode ser suficiente para solucionar muitos dos seus problemas inclusive o stress e ansiedade.

É sabido que a ansiedade e o estresse causam insônia. Então uma boa maneira de ter um boa noite de sono é minimizar distrações e luzes antes de dormir e fazer do seu quarto e da sua cama um santuário do sono. 

Mantenha uma rotina para a hora do sono. Procure ir para a cama sempre no mesmo horário todos os dias, para que sua mente e corpo se acostumem.

O cansaço físico e mental é um dos desencadeantes do estresse e da ansiedade, por isso ter tempo para conseguir descansar todas as noites é uma grande ajuda para desestressar. 

Para melhorar a qualidade do seu sono e ajudar a diminuir o estresse e a ansiedade você pode fazer algumas técnicas de relaxamento, tais como: meditação e mindfullness. 

Uma outra técnica para ajudar a controlar é trabalhar o poder da sua respiração. A ansiedade e o stress geram respiração ofegante. E retomar o controle da sua respiração pode, no caminho inverso, acalmar sua mente. Respire fundo algumas vezes quando sentir que está nervoso e isso enviará ao seu cérebro a mensagem que você está calmo, uma vez que a pessoa calma, respira mais devagar. 

Um outro ponto importante é fazer pequenas pausas para descanso quando estiver muito cansado. Pois assim, você fará com que seu corpo se recupere mais rapidamente.


4) ADMINISTRE BEM O SEU TEMPO

Muitas vezes nos sentimos sobrecarregados com lista de tarefas do dia a dia, e isso, sem dúvida pode ser uma das causas do estresse e da ansiedade. 

Assim, o primeiro passo é começar a priorizar as tarefas e entender que não podemos fazer tudo de uma única vez.

Prepare uma lista com todas as tarefas em ordem de prioridade. Delegue para outras pessoas as que podem ser delegadas.  Organize quais tarefas precisam ser feitas imediatamente, na próxima semana, no próximo mês ou quando o tempo permitir. Assim você conseguirá gerenciar melhor seu tempo.

Ao organizar sua agenda, não se esqueça de deixar um tempinho livre para você. Para seu próprio relaxamento e bem-estar.

Ainda sobre organização de agenda, uma outra causa de estresse e ansiedade é ter muito a fazer e muito pouco tempo para fazê-lo. E mesmo assim, muitas pessoas acabam assumindo responsabilidades adicionais. Nessa hora é importante aprender a dizer não.


5) SEJA POSITIVO DIANTE DOS PROBLEMAS

As vezes estamos tão exaustos e cheio de problemas que não conseguimos encarar nossos desafios de maneira positiva. Ao fazer uma reunião estressante com um cliente, você pode vê-la apenas como um evento tenso ou então como uma oportunidade de impressionar alguém importante. É tudo uma questão de ponto de vista. Deixe a pressão te ajudar a fazer um trabalho melhor, em vez de trazer à tona suas inseguranças.


6) ACEITE QUE TEM SITUAÇÕES QUE VOCÊ NÃO PODE MUDAR

Existem coisas que não temos como mudar. E ao invés de ficar lutando e gerando cada vez mais estresse e ansiedade aceite e tente resolvê-lo da melhor maneira possível.


7) NÃO SEJA VÍTIMA DO PERFECCIONISMO

Não confunda perfeccionismo com a vontade de fazer sempre o melhor possível. Muitas vezes o perfeccionismo pode ser uma cobrança cruel e irreal e leva à depressão, ansiedade e é paralisante - especialmente quando deixamos de fazer o que queremos por medo de que não seja perfeito.

Para aliviar o estresse é importante diminuir as pressões externas, encontrando alternativas para que o trabalho ou o estudo possa ser realizado de forma mais tranquila. 

Também é indicado encontrar o equilíbrio emocional, sendo capaz de administrar melhor o tempo entre trabalho, família e dedicação pessoal.


Gostou do nosso conteúdo? Então siga-nos nas redes sociais para ficar por dentro de mais informações e acompanhe o nosso blog.


Referência:
https://bit.ly/3wq4hU0
https://bit.ly/39sjPNT
https://bit.ly/3wpHd7P
https://bit.ly/3woFzmM
Compartilhe este artigo em suas redes sociais:
Avalie este artigo:

Outros artigos que você pode ter interesse em ler

  • Todos (176)
  • Bem estar (17)
  • Carreira (38)
  • Competições (4)
  • Desenvolvimento (108)
  • Design (8)
  • Diversidade e Inclusão (3)
  • Eventos (3)
  • História (14)
  • Indústrias (6)
  • Inovação (36)
  • Liderança (8)
  • Projetos (23)
Você gostaria de ter um artigo ou vídeo seu publicado no blog e redes sociais da beecrowd? Caso tenha interesse, envie-nos um e-mail com o assunto “BLOG” para [email protected] e passaremos mais detalhes sobre o processo e pré-requisitos para ter o seu artigo/vídeo publicado em nossos canais

Sede
Rua Funchal, 538
Cj. 24
Vila Olímpia
04551-060
São Paulo, SP
Brasil

© 2023 beecrowd

Todos os Direitos Reservados

Comments are closed.